Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

JERUSALÉM (Reuters) - O presidente palestino, Mahmoud Abbas, disse aos legisladores da oposição israelense neste domingo que ele tinha proposto retomar a coordenação de segurança com Israel.

Abbas suspendeu conversas sobre segurança em 21 de julho, exigindo que Israel removesse detectores de metal que instalou na Esplanada das Mesquitas, em resposta ao assassinato de dois de seus policiais por homens armados que haviam se escondido lá.

Em meio aos protestos palestinos e com a mediação dos EUA, Israel retirou os detectores em 25 de julho e disse que iria instalar medidas de segurança menos intrusivas.

"Recentemente nos comunicamos com eles (segurança israelense) em uma tentativa de retomar algum tipo de cooperação", disse Abbas a uma delegação do partido de esquerda Meretz, de acordo com uma declaração emitida pelos legisladores.

"Mas eles não retornaram uma resposta, algo que tem impedido o progresso na retomada dos laços", afirmou o comunicado.

Os assessores da Abbas não estavam imediatamente disponíveis para comentar.

Um assessor do governo de Israel, falando com a Reuters sob condição de anonimato, disse as observações relatadas são "simplesmente incorretas".

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Reuters