Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Os números da "Quinta Suíça Cada vez mais suíços emigrando para outros países

Gráfico

Uma fatia da população suíça, ou 760 mil suíços, vive fora do território nacional. 

(swissinfo.ch)

Em 2018, o número de suíços do estrangeiro aumentou em 1,1% em relação aos números do ano precedente: hoje 760.200 vivem fora das suas fronteiras. O destino mais popular continua a ser a França, seguida pela Alemanha, Estados Unidos e Itália.

Segundo as mais recentes estatísticasLink externo do Departamento Federal de Estatísticas, 10,6% dos suíços vivem em outros países. Três quartos (74,7%) deles têm a dupla-cidadania ou mais.

O número de suíços do estrangeiro aumentou em 1,1% em relação à 2017. O maior crescimento (1,5%) ocorreu na Europa. África é o único continente a registar um ligeiro decréscimo (-0,5%) em comparação com os números de 2017.

Gráfico
(swissinfo.ch)

Maioria vive na França

A maioria dos suíços do estrangeiro (62%) reside em países europeus. O maior grupo (26%) encontra-se na França, onde 197.400 suíços estão registrados nas representações diplomáticas helvéticas. Seguem-se a Alemanha (90.400 pessoas), Itália (49.600), Reino Unido (35.700) e Espanha (23.800).

O número de suíços do estrangeiro continua crescendo: o maior aumento foi registrado no Reino Unido (+2,7%) e o menor na Itália (+0,1%).

Fora da Europa, quase 24% dos suíços do estrangeiro vivem no continente americano, 7% na Ásia, 4% na Oceania e 3% na África. As maiores comunidades estão nos Estados Unidos (80.400 suíços), seguidos por Canadá (40 mil), Austrália (25.100) e Israel (20.200).

Mais homens na Tailândia, mais mulheres na Espanha

Levando-se em conta a faixa etária dos emigrantes suíços, 21% têm mais de 65 anos (162.500). A proporção varia de acordo com as regiões do mundo. Em alguns países, ela ultrapassa os 25%. É o caso da Hungria (55%), Tailândia (33%), Espanha (32%), Portugal (28%) e África do Sul (27%).

Dentro deste grupo, a distribuição por sexo também varia de acordo com o país. É mais ou menos igual na Hungria, Portugal e África do Sul. No entanto, na Tailândia, os homens são mais numerosos (26% homens em comparação com 7% mulheres) e menos numerosos na Espanha (12% homens em comparação a 20% mulheres).


Adaptação: Alexander Thoele

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.