Reuters internacional

Kerry chega para visita em memorial na capital de Ruanda, Kigali. 14/10/2016. REUTERS/James Akena

(reuters_tickers)

KIGALI (Reuters) - Países trabalhando para reduzir os gases do efeito estufa usados em geladeiras e ar-condicionados poderiam acordar o estabelecimento de prazos diferenciados, disse nesta sexta-feira o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, criando esperanças de um avanço nas ações contra as mudanças climáticas.

Kerry falou com autoridades da China, Índia e Paquistão durante uma reunião em Ruanda que tem como objetivo alcançar um acordo global entre 150 países sobre maneiras para reduzir os gases hidrofluorocarbonos.

A Índia quer dar aos países em desenvolvimento mais tempo para a adaptação das suas indústrias. Os Estados Unidos e cerca de cem outros países, incluindo muitos em desenvolvimento, querem uma ação mais rápida.

Se um acordo puder ser concluído, ele coroaria uma cresente onda de medidas de combate às mudanças climáticas neste mês. Na semana passada, o Acordo de Paris de 2015 para limitar o aquecimento global ultrapassou o limite estabelecido para entrar em vigor depois que a Índia, o Canadá e o Parlamento Europeu o ratificaram.

“Todos nesta sala estão cientes do quão sério é o que está em jogo”, afirmou Kerry a delegados numa plenária.

(Lesley Wroughton e Clement Uwiringiyimana)

reuters_tickers

 Reuters internacional