Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Papéis de gênero desde 1970 Como o trabalho evoluiu para mulheres e homens na Suíça

Diante do Dia Internacional da Mulher, examinamos gráficos em como os padrões de gênero evoluíram no mercado de trabalho da Suíça.

O mercado de trabalho suíço é o mais discriminatório da Europa em termos de igualdade de gênero, de acordo com a revista britânicaThe EconomistLink externo. Ele coloca a Suíça no 21º dos 21 países europeus e no 26º dos 29 países da OCDELink externo. Os principais motivos são as visões tradicionais sobre os papéis de gênero e as dificuldades das mulheres que conciliam vida familiar e profissional.

Mudanças nas proporções de gênero

Mas a situação está longe de ser estática. Nós analisamos os dados para mais de 500 profissões ao longo de 50 anos para ver quais foram as maiores mudanças nos padrões de gênero.

graphic

graphic

Embora muitas profissões se tornaram mais diversificadas em menos de 50 anos, a segregação de gênero continua a ser generalizada. Uma pesquisa internacional de 2013 concluiu que a Suíça era o país com a maior segregação de gênero profissional. O gráfico abaixo mostra as profissões mais fortemente dominadas por um gênero.

graphic gender steady

graphic

Esta situação suscita problemas em relação à igualdade de remuneração entre homens e mulheres. Tradicionalmente, as profissões femininas, como a enfermagem e o ensino de crianças pequenas, têm menos status social, oferecem menos perspectivas de avanço e não são bem pagas.

Além disso, setores de atividade dominados por um sexo que não possuem pessoal qualificado podem se beneficiar de mais diversidade de gênero, verificou a pesquisa.



Adaptação: Fernando Hirschy, swissinfo.ch

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.