Reuters internacional

CIDADE DO VATICANO (Reuters) - O papa Francisco pediu neste domingo para uma proibição mundial da pena de morte, afirmando que o mandamento "não matarás" é válido tanto para os culpados quanto para os inocentes.

Falando a dezenas de milhares de pessoas reunidas na praça São Pedro, o papa também pediu para os católicos trabalharem para a interrupção de qualquer execução durante o jubileu da misericórdia, que se encerra em novembro.

(Por Philip Pullella)

reuters_tickers

 Reuters internacional