AFP

A reunião foi anunciada pelo próprio Francisco no dia 26 de maio, durante o voo que o transportou para Roma após uma viagem ao Oriente Médio.

(afp_tickers)

O papa Francisco assinou nesta quarta-feira o decreto que reconhece as virtudes heroicas do italiano laico Marcello Candia (1916-1983), fundador do hospital de Macapá, no rio Amazonas.

Conhecido como o "Doutor Schweitzer do Amazonas", Candia mudou-se nos anos 60 para uma das zonas mais remotas do Brasil, onde ajudou doentes, principalmente, os leprosos, e fundou escolas, seminários e associações de voluntariado.

Proveniente de uma família de ricos industriais do norte da Itália, formado em Química e Biologia, Candia fez parte da resistência contra o fascismo, ajudou judeus e refugiados italianos e, através do arcebispo de Milão, o futuro papa Paulo VI, conheceu o padre Aristide Pirovano, com quem iniciou sua experiência brasileira.

Em 1991, o cardeal Carlo Maria Martini abriu o processo para sua beatificação, o que permitiu ao papa Francisco decretar, 23 anos depois, suas virtudes heroicas, primeiro passo para chegar a ser santificado.

afp_tickers

 AFP