Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Patrimônio da Humanidade La Chaux-de-Fonds comemora seu décimo aniversário como patrimônio da UNESCO

Em 2009, as cidades suíças de La Chaux-de-Fonds e Le Locle foram declaradas patrimônio da humanidade por seu planejamento urbano único e sua renomada indústria relojoeira. 

Ambas as cidades, situadas perto uma da outra em uma área remota nas montanhas suíças da Cordilheira do Jura, foram construídas em terrenos considerados inadequados para a agricultura, levando à criação da indústria relojoeira. A formação em grade do planejamento urbano reflete as necessidades dos relojoeiros de uma organização racional.

O planejamento urbano ajudou a acomodar a transição de uma indústria artesanal a uma produção industrial mais concentrada no final dos séculos XIX e XX. 

Karl Marx descreveu La Chaux-de-Fonds como uma "enorme cidade fabril" - observando a forma como a cidade melhorou a eficiência ao atribuir diferentes partes ou tarefas do processo de fabrico de relógios a diferentes trabalhadores. "La Chaux-de-Fonds e Le Locle constituem um conjunto urbano e arquitetônico único, inteiramente dedicado à relojoaria desde o século XVIII até aos nossos dias", observa o site da Lista do Patrimônio Mundial da UNESCOLink externo.



Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.