AFP

(Agosto) Phil Collins se apresenta na cerimônia de abertura do US Open

(afp_tickers)

O cantor britânico Phil Collins, ex-baterista do grupo Genesis, anunciou nesta segunda-feira seu retorno à música com uma turnê em junho de 2017, após uma aposentadoria repleta de problemas de saúde.

O artista de 65 anos fará cinco shows no Royal Albert Hall de Londres (4,5,7,8 e 9 de junho), dois em Colônia (Alemanha, 11 e 12 de junho) e Paris (18 e 19 de junho), anunciou na capital britânica.

O nome da turnê - "Phil Collins: Ainda não estou morto, ao vivo", se refere aos problemas com álcool e de saúde, que já não permitem que ele toque bateria.

"Mudei de opinião", disse Collins sobre sua aposentadoria, em uma coletiva de imprensa no Royal Albert Hall.

"Parei de trabalhar porque queria ficar em casa com minha família. Mas, infelizmente, assim que me aposentei minha família se rompeu", explicou, referindo-se à separação de sua esposa.

"Ninguém me esperava em casa. Por isso bebia", acrescentou.

Embora Collins tenha realizado sua turnê "de despedida" em 2002, fez shows até 2007 e lançou seu último disco em 2010.

"Agora vivo com meus filhos. Querem que eu saia e toque, por que não?", explicou o artista, que caminha com uma muleta.

afp_tickers

 AFP