Shimon Peres "Um homem simples e impressionante"

O ministro das Relações Exteriores da Suíça, Didier Burkhalter, expressou sua "profunda tristeza" com a notícia da morte de Shimon Peres, Prêmio Nobel da Paz e ex-presidente de Israel.

Shimon Peres (direita) fala com Nicolas Lombard, diretor da Rádio Suíça Internacional (agora swissinfo.ch), durante um fórum organizado em 1982 em Berna

Shimon Peres (direita) fala com Nicolas Lombard, diretor da Rádio Suíça Internacional (agora swissinfo.ch), durante um fórum organizado em 1982 em Berna

(swissinfo archive/H. Schlegel)

Para o ministro suíço, o israelense era um homem simples e impressionante, além de ter sido um visionário e uma personalidade que marcou sua época

"É com profunda tristeza que soube da morte de Shimon Peres (...) Eu o conheci alguns anos atrás e esse momento ficou gravado na minha memória", disse Didier Burkhalter à agência suíça de notícias ATS.

"Foi em 2013, durante uma visita ao Oriente Médio, e o presidente Peres havia me recebido para um encontro. Em vez dos poucos minutos previstos, tivemos uma longa conversa, fundamentalmente humana, cheia de histórias pessoais", lembra o ministro suíço.

"Descobri um homem simples e impressionante, acima da média e perto das preocupações do seu povo, ao mesmo tempo um visionário e uma personalidade que marcou sua época", disse Burkhalter.

"Ele me falou quantos anos tinha, não para reclamar ou ter orgulho, mas para mostrar o respeito que quem está no poder deve ter diante da passagem do tempo. Para Shimon Peres, o tempo passou, mas não vamos esquecê-lo", acrescentou.

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch com agências

×