Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Por cima e por baixo do São Gotardo


Várias rotas para vários meios de transporte




 Outras línguas: 6  Línguas: 6

O novo túnel ferroviário do São Gotardo permitirá atravessar os Alpes suíços em somente 20 minutos. Quem não tem pressa e quer descobrir a história e os mitos desse maciço símbolo da identidade helvética pode escolher outro meio de transporte. Ou então calçar as botas e caminhar pela antiga estrada da montanha.

Vista sul massiccio del San Gottardo e sulla Tremola, la vecchia strada del passo. (Keystone)

Vista sul massiccio del San Gottardo e sulla Tremola, la vecchia strada del passo.

(Keystone)

O trânsito através dos Alpes nunca foi tão veloz. Graças a um traçado quase todo plano e a trens que podem chegar a 250 km/hora, a nova linha ferroviária do São Gotardo permitirá viajar de Erstfeld, no cantão de Uri, até Biasca, no cantão do Ticino, em apenas 20 minutos.

Clicando na animação abaixo você pode comparar o tempo de percurso dos diversos meios de transporte, antigos e novos, utilizados para atravessar o Gotardo.

Se de um lado há o mérito de aproximar o sul e o norte dos Alpes, de outro o novo túnel do São Gotardo se distancia da história do maciço mais importante da Suíça. Uma história feita de mitos, símbolos e pessoas que é possível descobrir percorrendo a pé a velha estrada da montanha:


Adaptação: Claudinê Gonçalves, swissinfo.ch

×