Reuters internacional

ISTAMBUL (Reuters) - O presidente turco, Tayyip Erdogan, disse no sábado que o Iraque não pode lidar sozinho com a expulsão do Estado Islâmico da cidade de Mosul e que a presença de forças turcas em um acampamento militar nas proximidades é uma garantia contra ataques à Turquia.

    A Turquia enfrenta um impasse com o governo iraquiano sobre a presença de tropas turcas no acampamento de Bashiqa, no norte do país, e sobre quem deve participar da planejada ofensiva a Mosul, apoiada pelos Estados Unidos.

    Falando em uma cerimônia na cidade de Rize, Erdogan disse que a Turquia não permitiria que o Estado Islâmico ou qualquer outra organização controle Mosul. Ele também disse que os rebeldes apoiados pela Turquia na vizinha Síria estavam avançando sobre o vilarejo Dabiq, controlado pelo Estado Islâmico, no noroeste do país.

    A Turquia teme que milícias xiitas, com as quais o exército iraquiano tem contado no passado, sejam utilizadas na ofensiva planejada em Mosul, prevista para começar este mês, alimentando sectarismo e provocando um êxodo de refugiados.

(Reportagem de Nick Tattersall

reuters_tickers

 Reuters internacional