Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Recrutas em dobro Aumenta o contingente de mulheres no exército suíço

Recrutas mulheres

O serviço militar atrai cada vez mais mulheres

(Keystone)

À medida que a Suíça pondera o recrutamento militar obrigatório feminino, mais mulheres se voluntariam para o serviço nas forças armadas.

O número de novas recrutas virtualmente duplicou nos últimos dois anos. O jornal SonntagsBlick informa que um recorde de 250 mulheres se alistaram no ano passado, um aumento de 35% em relação ao ano anterior e praticamente o dobro dos números de 2015.

"O interesse em questões de segurança entre as mulheres aumentou com as crises na Europa, em particular a Ucrânia", disse Tibor Szvircsev Tresch, chefe de sociologia militar do Instituto Federal de Tecnologia de Zurique (ETH).

+ Leia mais sobre o serviço militar na Suíça

O sistema de milícia das forças armadas suíças obriga a maioria dos homens a realizar treinamento militar básico aos 18 anos e depois freqüentar cursos regulares de atualização. O serviço militar é voluntário para mulheres e há mais de 1.000 voluntárias atualmente, sendo que mais da metade delas segue treinamento de oficiais.

Mas a proporção de mulheres nas forças armadas suíças situa-se em apenas 0,7%, muito atrás da Alemanha (12%) e da Suécia (18%).

As autoridades anunciaram no verão passado que estão considerando o recrutamento feminino ao longo das linhas do modelo norueguês. Além disso, Os cantões suíços planejam tornar obrigatório o dia de informação anual do exército também para mulheres até 2020, em uma tentativa de atrair mais recrutas femininas.


swissinfo.ch/ets

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.