Reuters internacional

WASHINGTON (Reuters) - Um cidadão norte-americano está entre os 20 mortos em um ataque de militantes dentro de um restaurante chique na capital de Bangladesh, afirmou o Departamento de Estado dos Estados Unidos neste sábado.

"Podemos confirmar que um cidadão dos EUA também está entre aqueles assassinados estupidamente no ataque", disse o departamento em um comunicado, que não deu outros detalhes sobre a vítima.

Militantes islâmicos mataram 20 pessoas, incluindo japoneses e italianos, dentro do restaurante, antes de forças de segurança terem entrado no prédio e encerrado o episódio, que durou 12 horas, neste sábado.

Pelo menos nove italianos foram mortos no ataque, informou o Ministério de Relações Exteriores do país. Sete cidadãos japoneses também foram confirmados entre os mortos, segundo o secretário-chefe de gabinete japonês, Yoshihide Suga.

O Estado Islâmico disse ter sido responsável por um dos mais mortais ataques na história do país do sudeste asiático, embora a reivindicação ainda tenha que ser confirmada.

O governo dos EUA condenou o ataque na capital de Bangladesh Daca. "Continuamos em contato com autoridades de Bangladesh e oferecendo toda a assistência necessária", disse a Casa Branca.

(Reportagem de David Brunnstrom)

reuters_tickers

 Reuters internacional