Reuters internacional

MUNIQUE (Reuters) - O atirador alemão de 18 anos que matou nove pessoas em Munique, na última sexta-feira, começou a planejar o ataque há um ano, depois de visitar o local de um ataque a uma escola, em 2009, onde 15 pessoas foram mortas, afirmou um oficial do governo do estado da Bavária neste domingo.

Robert Heimberger, presidente do Escritório de Segurança da Bavária, informou que material encontrado na casa do atirador mostrou que o jovem era aficcionado por vídeos de crimes violentos e comprou sua arma - uma pistola Glock 17 em desuso e recuperada posteriormente - comprada no que é chamado de "dark net", uma área da internet acessível apenas com softwares especiais.

"Heimberger disse ainda que os pais do atirados ainda estavam em choque e não puderam ser entrevistados. Um oficial da promotoria alemã afirmou que as vítimas do atirador não incluem nenhum colega do jovem.

reuters_tickers

 Reuters internacional