Reuters internacional

Homem usando camisa da central sindical CGT durante manifestação em Paris. 09/06/2016 REUTERS/Philippe Wojazer

(reuters_tickers)

(Reuters) - A central sindical francesa Confederação Geral dos Trabalhadores (CGT) informou nesta quinta-feira que irá estender a greve de coletores de lixo em Paris até 14 de junho, rejeitando pressão do governo para recuar, à medida que a França se prepara para receber a Euro 2016.

Funcionários decidiram estender a greve porque o governo se recusou a negociar sobre uma controversa lei de reformas trabalhistas, disse o chefe de serviços públicos da CGT, Baptiste Talbot, à Reuters.

"Ao mesmo tempo, dada a situação sobre a Euro e o acúmulo de lixo em Paris, eles estão prontos para suspender a greve caso o governo inicie negociações", acrescentou.

(Reportagem de Emmanuel Jarry)

reuters_tickers

 Reuters internacional