Reuters internacional

Refugiado após desembarque na ilha grega de Lesbos. 03/04/2016 REUTERS/Giorgos Moutafis

(reuters_tickers)

ATENAS (Reuters) - As chegadas de imigrantes da Turquia à Grécia pelo mar caíram de forma acentuada nesta quarta-feira, três dias após um acordo entrar em vigor para fechar uma rota usada por centenas de milhares de pessoas que fugiram de conflitos no ano passado.

Novas chegadas a ilhas gregas caíram para 68 em 24 horas até a manhã desta quarta-feira, em relação a 225 no dia anterior, segundo dados divulgados pelo Ministério da Imigração.

É incerto se a queda no número possui relação direta com o acordo.

"Tivemos um fluxo muito baixo do outro lado do Egeu... que consideramos positivo", disse George Kyritsis, porta-voz do governo grego sobre a crise de refugiados.

Sob um acordo selado no mês passado entre a União Europeia e Ancara, imigrantes e refugiados que usam travessias irregulares no mar Egeu para chegar à Grécia estão sendo enviados de volta à Turquia.

Em troca, a UE informou que irá receber milhares de refugiados sírios diretamente da Turquia e recompensar a Turquia com auxílio financeiro, viagens livres de visto para cidadãos turcos e fazer avançar as negociações para a entrada turca na União Europeia.

reuters_tickers

 Reuters internacional