Reuters internacional

MIAMI/WASHINGTON (Reuters) - Tim Kaine fez sua primeira aparição na camapanha presidencial dos Estados Unidos como candidato a vice-presidente de Hillary Clinton neste sábado, urgindo que democratas entrem para a história elegendo Clinton para a Casa branca e atacando o histórico do candidato republicano Donald Trump.

Juntando-se a Clinton em comício no estado da Florida, o bilíngue Kaine salpicou expressões em espanhol em um discurso focado em apresentá-lo a eleitores que não conheciam o senador de perfil reservado da Virginia.

Kaine criticou a recente sugestão de Trump de que ele pode não honrar os comprometimentos de segurança dos EUA com a Otan na Europa. O candidato a vice também atacou os fracassos do magnata do mercado imobiliário com cassinos, além da malsucedida Trump University.

"Quando Donald Trump diz que você pode contar com ele, é melhor tomar cuidado", disse Kaine ao lado de Clinton, que acenou em concordância. "Ele deixa para trás uma trilha de promessas rompidas e vidas destroçadas por onde quer que ande. Não podemos deixá-lo fazer o mesmo com nosso país".

reuters_tickers

 Reuters internacional