Reuters internacional

Ex-presidente do Chile Sebastián Piñera durante evento na Colômbia. 10/02/2014 REUTERS/Jose Miguel Gomez

(reuters_tickers)

SANTIAGO (Reuters) - O ex-presidente conservador Sebastián Piñera ficou em primeiro lugar nas preferências para assumir um novo mandato na Presidência do Chile, seguido bem de perto pelo senador independente Alejandro Guillier, mostrou uma pesquisa de opinião privada nesta quinta-feira.

O instituto de pesquisa Gfk Adimark disse que Piñera teve cerca de 24 por cento das menções frente a 21 por cento de Guillier, um jornalista reconhecido que emergiu com força nas sondagens nos últimos meses, faltando um ano para as eleições.

    A Adimark destacou que o ex-governante subiu quatro pontos percentuais nas preferências, enquanto o senador avançou seis pontos. Em terceiro lugar ficou o ex-presidente de centro-esquerda Ricardo Lagos, com cerca de 7 por cento das intenções de voto.

    Piñera, dono de uma das maiores fortunas do país sul-americano, disse que em março decidirá se participa das primárias presidenciais do bloco opositor de centro-direita "Chile Vamos".

    O avanço de Piñera em novembro se deu em meio a denúncias sobre uma suposta negociação incompatível e um uso de informação privilegiada durante seu governo (2010-2014) em uma operação realizada por uma de suas sociedades de investimento no Peru quando os dois países disputavam a soberania marítima.

    A Adimark também informou que o índice de aprovação da atual presidente, Michelle Bachelet, se manteve em cerca de 24 por cento no penúltimo mês do ano.

    (Por Antonio de la Jara)

reuters_tickers

 Reuters internacional