Reuters internacional

(Reuters) - As redes sociais foram movimentadas nesta segunda-feira por declarações de amor e imagens da #TwoMenKissing (#DoisHomensSeBeijando) em desafio ao que o pai do atirador de Orlando chamou de fortes sentimentos anti-homossexuais que seu filho sentia.

O pai afegão de Omar Mateen, atirador de 29 anos que assassinou 49 pessoas na boate Pulse, na Flórida, no domingo, disse à NBC News que seu filho tinha se enraivecido recentemente após ver dois homens se beijando em Miami.

A entrevista levou a usuária do Twitter Shadi Petosky (@shadipetosky), a postar uma colagem de homens se beijando.

https://twitter.com/shadipetosky/status/742059960352145408

Embora Petosky tenha alegado que a imagem a fez perder 20 seguidores imediatamente, seu post recebeu mais de mil curtidas. A hashtag #TwoMenKissing começou a se tornar uma tendência no Twitter nesta segunda-feira e também no Facebook, onde mais de mil pessoas estavam discutindo o assunto.

"Ver #DoisHomensSeBeijando nunca deveria ser uma desculpa para violência ou intolerância", tuítou Stephen Wood (@StephenWood_UK) nesta segunda-feira, compartilhando uma imagem de dois homens se abraçando em um vagão de metrô. "Isto deveria aquecer nossos corações românticos".

(Por Melissa Fares)

reuters_tickers

 Reuters internacional