Reuters internacional

Hillary Clinton e Donald Trump em foto combinada. 5/5/2016. REUTERS/Lucy Nicholson e Jim Urquhart

(reuters_tickers)

Por Chris Kahn

(Reuters) - A democrata Hillary Clinton tem 11 pontos de vantagem sobre o republicano Donald Trump na disputa pela Presidência dos Estados Unidos, mostrando pouca mudança no cenário depois de ela se tornar a provável candidata do Partido Democrata nesta semana, segundo uma pesquisa Reuters/Ipsos divulgada nesta sexta-feira.

A pesquisa online, realizada de segunda a sexta-feira, mostra 46 por cento dos prováveis eleitores apoiando Hillary, enquanto 34,8 por cento preferem Trump. Outros 19,2 por cento não apoiam nenhum candidato. Os dois partidos realizam suas convenções em julho para definir os candidatos na eleição presidencial de 8 de novembro.

A liderança de Hillary é praticamente a mesma de uma semana atrás, antes de ela conseguir um número suficiente de delegados para conquistar a indicação do partido e antes de Trump atrair críticas de ambos os partidos por questionar a imparcialidade de um juiz mexicano-americano.

Trump, de 69 anos, conseguiu um grande impulso depois de tornar-se o provável candidato republicano em maio. Depois de ficar atrás de Hillary, de 68 anos, por boa parte do ano, ele eliminou brevemente a diferença de dois dígitos que tinha para a rival e se igualou nas pesquisas à ex-secretária de Estado.

Hillary derrotou nesta semana seu rival interno pela indicação democrata, Bernie Sanders, de 74 anos, em quatro das seis prévias realizadas, as mais importantes delas as da Califórnia e de Nova Jersey, e conquistou o apoio do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama; do vice, Joe Biden; da senadora Elizabeth Warren, de Massachusets, e de outros líderes partidários.

A pesquisa divulgada nesta sexta foi feita junto a 1.276 pessoas e tem intervalo de credibilidade, uma medida da precisão do levantamento, de 3,2 pontos percentuais.

reuters_tickers

 Reuters internacional