Reuters internacional

(Reuters) - Um homem que vestia um uniforme de uma empresa de segurança particular feriu oito pessoas em um ataque com uma faca no sábado, em um shopping center na região central do Estado de Minnesota nos Estados Unidos.

O homem foi baleado e morto por um policial que estava fora de serviço, disseram autoridades. 

O homem fez referências a Alá e perguntou a pelo menos uma pessoa se ela era muçulmana antes de agredí-la no Crossroads Center Mall em St. Cloud, disse o chefe de polícia William Blair Anderson a jornalistas. 

"Se foi um ataque terrorista ou não, não posso dizer agora pois simplesmente não sabemos", disse Anderson em entrevista coletiva. 

"Descobriremos o que foi isso e seremos transparentes sobre tudo", acrescentou. Ele não deu detalhes sobre as identidades das vítimas. 

O ataque em St. Cloud, uma comunidade a aproximadamente 97 quilômetros de Minneapolis-St Paul, acontece em um momento de preocupação nos Estados Unidos em relação a ameaças de violência em lugares públicos. 

Uma explosão sacudiu o movimentado distrito de Chelsea de Manhattan na noite de sábado, ferindo pelo menos 29 pessoas, no que autoridades descreveram como um ato intencional, criminal, enquanto os investigadores dizem não ter encontrado evidências de "conexão com terror".

Em St. Cloud, o agressor entrou no shopping na noite de sábado, enquanto ele estava cheio clientes, disse Anderson. 

O agressor atacou suas vítimas em diversos locais no shopping center, que ficará fechado neste domingo, enquanto a polícia investiga o caso, afirmou o chefe de polícia. 

(Reportagem de Alex Dobuzinskis em Los Angeles) 

reuters_tickers

 Reuters internacional