Reuters internacional

Policiais vistos na entrada do aeroporto Heathrow, em Londres. 05/08/2016 REUTERS/Peter Nicholls

(reuters_tickers)

LONDRES (Reuters) - Dez pessoas foram presas após manifestantes da versão britânica do movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam, em inglês) bloquearem a principal estrada de acesso ao aeroporto Heathtrow, em Londres, nesta sexta-feira, provocando um congestionamento no aeroporto mais movimentado da Europa.

Quatro pessoas foram levadas sob custódia e outras seis estavam sendo retiradas após inteditarem a estrada de cinco faixas que leva ao aeroporto.

Uma foto divulgada pela imprensa mostrou uma faixa do Black Lives Matter estendida pela estrada em referência ao movimento iniciado nos Estados Unidos em reação às mortes de negros a tiros causadas por policiais norte-americanos brancos. 

Inspirada pelo movimento norte-americano, a filial britânica pretende protestar contra o que diz ser um número desproporcional de negros entre as pessoas que morrem sob custódia policial no Reino Unido.

"Ficar preso no trânsito é uma irritação. Ter a justiça negada por décadas é uma crise", disse o grupo em publicação no Twitter.

Outras manifestações estão sendo realizadas em Birmingham, Manchester e Nottingham nesta sexta-feira para marcar a data da morte de Mark Duggan, cuja morte pela polícia há cinco anos gerou diversos protestos pela Grã-Bretanha.

(Por Sarah Young)

reuters_tickers

 Reuters internacional