Reuters internacional

DACA (Reuters) - Agressores mascarados invadiram um local de encontro religioso no sudoeste de Bangladesh, cortando o cabelo longo dos adoradores, informou a polícia neste sábado.

Ainda não está claro se o ataque está ligado a outras mortes de liberais e minorias religiosas neste ano no país de 160 milhões de pessoas, cuja maioria é muçulmana.

O ataque, no bairro de Chuadanga, teve como alvo devotos religiosos não ortodoxos conhecidos como bauls.

"Entre nove e 10 indivíduos mascarados invadiram o local de encontro (dos bauls), amarrando-os a uma árvore e ateando fogo a seu abrigo", disse Abu Jihad Mohammad Fakhrul Islam, o oficial encarregado da delegacia de Damurhuda, a 260 km de Daca.

Islam disse à Reuters que os agressores ameaçaram matar os bauls a menos que deixassem a aldeia dentro de 10 dias, levando todos os seus pertences. De acordo com ele, ninguém havia sido preso ainda.

(Reportagem de Serajul Quadir e Enamul Haque, de Khulna)

reuters_tickers

 Reuters internacional