Reuters internacional

Pessoas vistas durante busca por desaparecidos após naufrágio no Egito. 22/09/2016 REUTERS/Mohamed Abd El Ghany

(reuters_tickers)

CAIRO (Reuters) - Membros de equipes de resgate egípcias encontraram mais nove corpos no Mar Mediterrâneo, um dia após um barco que levava centenas de imigrantes naufragar, aumentando o número de mortos até o momento para 52, disseram nesta quinta-feira duas autoridades.

Autoridades egípcias prenderam quatro membros da tripulação do barco, que levava quase 600 imigrantes, segundo fontes do Judiciário.

O barco naufragou na quarta-feira na região de Burg Rashid, um vilarejo no Egito onde o rio Nilo se encontra com o Mediterrâneo. Equipes de resgate salvaram 169 pessoas até o momento, o que significa que o número de mortos pode ser de centenas.

Procuradores pediram a prisão da tripulação por quatro dias, enquanto uma investigação está sendo feita. Os imigrantes resgatados foram liberados.

O primeiro-ministro do Egit, Sherif Ismail, prometeu total apoio do governo à missão de resgate e disse que os responsáveis serão levados à Justiça.

(Por Ahmed Aboulenein)

reuters_tickers

 Reuters internacional