Reuters internacional

Imigrantes fazem fila na ilha grega de Lesbos. 5/11/2015. REUTERS/Alkis Konstantinidis

(reuters_tickers)

GENEBRA, Suíça (Reuters) - Refugiados e imigrantes provavelmente continuarão chegando à Europa em um ritmo de 5.000 pessoas por dia através da Turquia no inverno, afirmou a Organização das Nações Unidas (ONU) nesta quinta-feira, o que significa que mais de 1 milhão de pessoas fugirão para o continente neste ano.

Cerca de 760.000 pessoas já cruzaram o mar Mediterrâneo em 2015, principalmente em direção à Grécia e à Itália, depois de fugir de guerras na Síria, Afeganistão e no Iraque, bem como de conflitos na África.

"Nós precisamos nos preparar para a possibilidade de até 5.000 continuarem chegando todos os dias a partir de agora até fevereiro do ano que vem. Se esse for o caso, estamos considerando que mais de 600.000 refugiados e imigrantes chegarão à Europa entre novembro deste ano e fevereiro do próximo ano", disse o porta-voz do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (Acnur), William Spindler, à Reuters TV.

"Essa situação vai colocar o número em mais de um milhão neste ano."

Em 2014, 216.000 pessoas chegaram à Europa pelo mar em busca de asilo, um número que corresponde apenas à quantidade de pessoas que chegaram ao continente em outubro deste ano.

"Se não tomarmos as medidas necessárias, tememos que mais pessoas vão morrer por causa das duras condições do inverno na Europa. Nós já vimos uma série de naufrágios na costa da Grécia e temos medo de que as pessoas possam também morrer no caminho entre a Grécia e do centro e norte da Europa", disse Spindler.

Mais de 3.400 imigrantes morreram tentando chegar à Europa neste ano pelo mar.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

reuters_tickers

 Reuters internacional