Reuters internacional

Por Julien Toyer e Sonya Dowsett

MADRI (Reuters) - Os maiores partidos de esquerda da Espanha, a aliança Unidos Podemos e o Partido Socialista, poderiam chegar perto de conquistar a maioria absoluta juntos na eleição parlamentar deste domingo, mostraram diversas pesquisas.

A Unidos Podemos, coalizão de vários partidos de esquerda, liderada pelo partido anti-austeridade Podemos pode, segundo as pesquisas, chegar a algo entre 87 e 95 assentos no parlamento, enquanto os socialistas ficariam com entre 81 e 86 assentos.

Juntos, eles teriam mais do que os 176 assentos necessários para uma maioria absoluta, mostraram as pesquisas de boca-de-urna da TV estatal TVE, do jornal ABC e da estação de rádio Cope.

O conservador Partido Popular (PP), do primeiro-ministro espanhol Mariano Rajoy, ganhou a maior parte dos assentos, entre 117 e 124. O PP conseguiu 123 na eleição do ano passado.

Uma outra combinação, uma grande coalizão entre PP e socialistas, também viabilizaria uma maioria absoluta, uma vez que somaria entre 198 e 210 assentos, segundo as pesquisas.

Após seis meses de disputas, os partidos se comprometeram a chegar a um acordo de coalizão rapidamente desta vez, embora os resultados também possam produzir um novo impasse, uma vez que os socialistas disseram antes de votar que não estariam, prontos para apoiar um governo liderado tanto pelo PP como pelo Podemos.

reuters_tickers

 Reuters internacional