Reuters internacional

Larvas do mosquito Aedes aegypti, transmissor do Zika vírus, em laboratório na Costa Rica. 27/01/2016 REUTERS/Juan Carlos Ulate

(reuters_tickers)

WASHINGTON (Reuters) - Uma disputa em ano de eleição presidencial nos Estados Unidos sobre o combate ao Zika vírus foi intensificada no Congresso dos EUA, à medida que o Senado aprovou nesta quinta-feira uma verba de 1,1 bilhão de dólares em fundo emergencial, um dia após a Câmara aprovar 622,1 milhões de dólares para a causa através de cortes em programas existentes.

As duas Casas agora precisam chegar a um acordo sobre um projeto de lei unificado antes que possam enviá-lo ao presidente Barack Obama, que em fevereiro pediu 1,9 bilhão de dólares. A Casa Branca considerou a medida da Câmara, liderada pela oposição republicana, de "lamentavelmente inadequada".

(Reportagem de Richard Cowan)

reuters_tickers

 Reuters internacional