Reuters internacional

Donald Trump fala em conferência em Baltimore. 12/9/2016. REUTERS/Mike Segar

(reuters_tickers)

Por Ian Simpson

WASHINGTON (Reuters) - O candidato republicano a presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, abriu um novo posto avançado no seu império imobiliário nesta segunda-feira, um hotel de luxo num edifício histórico a cinco quadras da Casa Branca, imóvel que passou por uma renovação de dois anos no valor de 200 milhões de dólares.

Enquanto os funcionários do Trump International Hotel, com 263 quartos, planejavam pouca festa para o que eles descreveram como uma “inauguração suave”, uma dezena de manifestantes contrários a candidatura de Trump se reuniram do lado de fora. A abertura se dá oito semanas antes das eleições de 8 de novembro.

"Meio que combina com a personalidade dele encontrar uma maneira de estar na Pennsylvania Avenue de um jeito de outro”, disse Judy Byron, 70, presente na manifestação.

O hotel com uma suíte de 20 mil dólares a noite está no número 1100 da avenida, e a Casa Branca fica mais adiante, no 1600. O hotel fica no terceiro maior edifício de Washington, o antigo prédio dos correios de 1899, construído em estilo românico.

Os manifestantes criticaram algumas das posições de Trump, entre elas a construção de um muro na fronteira mexicana para bloquear imigrantes ilegais. O organizador do protesto Andrew Castro disse: “Estamos aqui construindo um muro contra o racismo”.

reuters_tickers

 Reuters internacional