Reuters internacional

Pré-candidato democrata à Presidência dos EUA Bernie Sanders durante evento na Califórnia. 26/05/2016 REUTERS/Jonathan Alcorn

(reuters_tickers)

Por Emily Stephenson

BISMARCK, Dakota do Norte (Reuters) - O republicano Donald Trump e o democrata Bernie Sanders capitalizaram na quinta-feira a marcação de um debate presidencial incomum que irá deixar de lado Hillary Clinton, pré-candidata democrata favorita nas pesquisas, e criar um espetáculo televisivo que pode atrair uma grande audiência.

Os dois homens, um bilionário e um socialista democrático, expressaram interesse em um confronto no Estado da Califórnia, embora os postulantes democrata e republicano normalmente não se enfrentem antes da oficialização do candidato de cada partido para a eleição.

"Eu adoraria debater com Bernie", disse Trump a repórteres na Dakota do Norte depois de obter delegados suficientes para garantir a indicação de sua legenda. "Acho que teria altos índices de audiência. Seria em uma grande arena".

Desfrutando de sua nomeação recém-conquistada em um comício em Billings, em Montana, mais tarde, Trump disse que espera colocar 15 Estados em disputa na eleição geral de 8 de novembro, sendo que um republicano tradicional só costuma disputar três ou quatro. Ele citou Califórnia, Washington e Michigan, entre outros.

A porta-voz de Trump, Hope Hicks, disse por e-mail que ainda não existem planos formais para um debate. Mas o gerente de campanha de Sanders, Jeff Weaver, afirmou ao canal CNN que houve "algumas conversas" sobre os detalhes entre os dois campos.

"Torcemos para que ele não se acovarde", disse Weaver. "Esperamos que Donald Trump tenha coragem de subir no palco, agora que disse que o faria".

Sanders, senador do Vermont, está muito atrás de Hillary na corrida pela indicação democrata.

Mas um debate nacional televisionado com o provável candidato presidencial republicano melhoraria muito suas chances na primária californiana de 7 de junho, na qual a ex-primeira-dama deve confirmar sua indicação.

Trump disse que um debate com Sanders pode arrecadar até 15 milhões de dólares para instituições de caridade.

"Eu adoraria debater com Bernie, mas eles terão que pagar muito dinheiro por isso", afirmou.

reuters_tickers

 Reuters internacional