Reuters internacional

Donald Trump e o governador de Indiana Mike Pence em Westfield. 12/7/2016. REUTERS/John Sommers II

(reuters_tickers)

Por Steve Holland e Emily Stephenson

WASHINGTON (Reuters) - O provável candidato presidencial republicano Donald Trump escolheu o governador de Indiana, Mike Pence, como seu companheiro de chapa presidencial nesta quinta-feira, segundo uma fonte republicana, uma medida que colocará a seu lado um conservador com potencial para unir os divididos republicanos.

Trump deve anunciar sua escolha na sexta-feira às 11h em Manhattan. Ele disse a dirigentes republicanos que havia decidido por Pence, de acordo com a fonte republicana que está familiarizada com as operações da campanha. Fontes afirmaram à Reuters anteriormente que Trump estava inclinado em escolher Pence, mas alertaram que ele ainda poderia mudar de opinião.

Trump deve ser indicado oficialmente na Convenção Nacional Republicana da semana que vem em Cleveland. Tradicionalmente, a escolha do vice é usada para despertar entusiasmo entre os fiéis do partido.

O nome escolhido pelo magnata para ser seu vice de chapa é visto como crucial porque sua vitória sobre 16 rivais nas primárias do partido deixou a legenda fragmentada, e alguns líderes republicanos ainda estão desconfortáveis com algumas de suas propostas de campanha e com seu estilo.

Segundo o site Roll Call, Trump teria ficado impressionado com a postura serena de Pence e sua experiência no Congresso dos EUA e como governador, além de seu potencial para auxiliá-lo no governo se o magnata vencer no dia 8 de novembro – ele jamais exerceu um cargo público.

Trump, um empresário de Nova York, também cogitou o ex-presidente da Câmara dos Deputados Newt Gingrich e o governador de Nova Jersey, Chris Christie, para sua chapa.

Pence, ex-congressista de 57 anos, é visto como uma escolha segura: não muito chamativo, mas popular entre os conservadores, com apelo no Meio-Oeste e a capacidade de congregar mais adeptos do partido em torno de Trump.

Pence e Trump passaram algum tempo juntos neste mês no campo de golfe do bilionário em Nova Jersey e na residência do governador em Indiana para testar sua química, disse o Roll Call.

No que foi visto como um processo seletivo atipicamente público, Trump, de 70 anos, se reuniu tanto com Pence quanto com Gingrich separadamente em Indianápolis na quarta-feira.

Ele ainda conversou com um quarto possível vice, o senador Jeff Sessions, de 69 anos, do Alabama, que vinha atuando como um dos assessores mais próximos do empresário.

Ed Brookover, um conselheiro de Trump, disse ao canal CNN que "antes de tudo" seu candidato quer um companheiro de chapa com quem tenha uma boa química e que possa ajudá-lo a governar melhor.

(Reportagem adicional de Doina Chiacu)

reuters_tickers

 Reuters internacional