A Suíça tem várias universidades, institutos tecnológicos e outros centros de ensino que colocam sistema educacional do país entre os melhores do mundo.

A educação na Suíça geralmente não é cara, quando comparada, por exemplo, com  Estados Unidos e Grã-Bretanha, pois grande parte do sistema é financiada pelo erário.

O portal de informações em português da OSEC, órgão de promoção comercial da Suíça, oferece informações detalhadas sobre o tema. A Embaixada da Suíça no Brasil também tem paginas dedicadas ao assunto.

A Suíça – país de 7,5 milhões de habitantes - possui 12 universidades públicas, incluindo duas Politécnicas Federais, que figuram entre as mais importantes no mundo, nas áreas de ciência e engenharia. Oito universidades de ciências aplicadas e 15 universidades de ensino pedagógico completam o sistema educacional público do país.

Tabela de Classificação das Universidades Suíças classifica a forma como as universidades suíças são avaliadas, citando, inclusive, o valor de suas anuidades, segundo o Times Higher Education Supplement e Shangai Jiao Tong

As aulas são geralmente ministradas nos idiomas cantonais (francês, alemão ou italiano). O inglês, entretanto, está se tornando cada vez mais comum nos programas de pós-graduação. Para obter uma lista dos programas propostos em inglês visite o site da Conferêndia dos Reitores das Universidades Suíças.

A Suíça também possui algumas das melhores e mais caras escolas particulares do mundo, que vão desde os jardins de infância até as universidades. Por favor, acesse o site da Federação Suíça de Escolas Particulares para saber mais sobre as 260 escolas da rede.

swissinfo.ch