Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Custo de vida


Um quarto dos suíços não pode pagar uma "existência digna"


Por swissinfo.ch com agências


 Outras línguas: 4  Línguas: 4

Uma em cada quatro pessoas na Suíça (26%) diz que não tem dinheiro suficiente para levar uma vida digna, de acordo com uma pesquisa internacional.

Apenas 12% dos suíços acham bom pegar dinheiro emprestado para comprar bens de consumo (Keystone)

Apenas 12% dos suíços acham bom pegar dinheiro emprestado para comprar bens de consumo

(Keystone)

Além disso, um quarto dos jovens pais disseram que só ficam juntos por causa de sua má situação financeira. Em outras palavras, eles não podem se dar ao luxo de se separar.

O “European Consumer Payment Report 2016”, publicado pela empresa de gestão de crédito Intrum Justitia na segunda-feira, questionou 21.317 pessoas em 21 países europeus, incluindo a Suíça.

Um em cada três suíços (33%) se diz preocupado que depois de pagar suas contas o dinheiro que sobra não seria suficiente para viver. A média europeia foi de 39%, também um aumento em relação ao resultado do ano passado, de 35%.

"Em outras palavras, esses resultados indicam que o bem-estar financeiro dos europeus se deteriorou desde o ano passado", escreveram os autores.

Suíços optimistas

Outras descobertas na Suíça - onde cerca de mil pessoas com pelo menos 18 anos foram questionadas - incluíram o fato de que 42% dos suíços tiveram períodos na vida em que não puderam pagar suas dívidas e 24% disseram que às vezes eram incapazes de pagar suas dívidas hoje. Estes números são ligeiramente inferiores à média da pesquisa.

Além disso, os suíços são mais negativos do que a maioria dos outros países na pesquisa quando se trata de usar planos de pagamento, crédito ou dinheiro emprestado, tanto para comprar bens de consumo como para financiar viagens. Apenas 12% acham que isso não é um problema para bens de consumo, o menor entre todos os países, e 9% para as viagens.

Além disso, os suíços são mais positivos do que a média da pesquisa em relação ao seu próprio futuro financeiro. Um em cada três (34%) diz que sua situação financeira pessoal está melhorando. Eles também são mais otimistas do que a média em relação ao futuro de seu país. Três em dez suíços consideram que a economia na Suíça está melhorando.


Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch com agências

×