Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Em números


Quem são os estrangeiros que vivem na Suíça




Com o texto de implementação da "expulsão de criminosos estrangeiros", os suíços votarão novamente, em 28 de fevereiro, a iniciativa do partido do povo suíço (SVP, em alemão) que tematiza a imigração. Mas quem são os dois milhões de estrangeiros que vivem na Suíça, que compõem quase um quarto da população do país? Todos os detalhes em um gráfico interativo.

A Suíça é um dos países com a maior porcentagem de estrangeiros (24,3% em 2014) no seu território. Apenas alguns casos especiais, como os países do Golfo ou cidades-estados como o Luxemburgo, têm percentuais ainda mais elevados do que a Suíça.

O gráfico abaixo mostra as nacionalidades de todos os estrangeiros que vivem na Suíça. Verificou-se que mais de 80% dos estrangeiros que vivem na Suíça são de países europeus. Só os cidadãos da Alemanha, Itália, Portugal e França constituem quase metade dos estrangeiros que moram na Suíça.

A Suíça está na frente dos países de imigração europeus. Em 2013, com 20 entradas por 1000 habitantes, em média, durante o ano, a Suíça lidera, à frente da França (5.1), Alemanha (8,4), Reino Unido (8,2) e Espanha (6).

Também deve-se notar que, como a nacionalidade suíça não é adquirida automaticamente, muitos estrangeiros nascidos na Suíça conservam sua nacionalidade de origem. Assim, de acordo com a Secretaria Federal de Estatística da Suíça, em 2014 havia 388.700 cidadãos estrangeiros nascidos na Suíça, um quinto da população "estrangeira" do país.

swissinfo.ch

×

Destaque