Direto para o contenido
Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Jogos Olímpicos


Suíça inaugura estande para promoção de imagem


Por Ulrich Achermann, Rio de Janeiro


Para muitos brasileiros a Suíça é o lugar aonde os políticos corruptos escondem o dinheiro sujo. A "Presença Suíça", órgão de promoção do país no exterior, quer mudar essa imagem: através da House of Switzerland, que acaba de ser inaugurada pouco antes do começo dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro. 

A House of Switzerland fica no bairro da Lagoa, na zona sul do Rio (House of Switzerland)

A House of Switzerland fica no bairro da Lagoa, na zona sul do Rio

(House of Switzerland)

A House of Switzerland, também chamada de #Swissando, não é uma casa, mas sim um pequeno vilarejo às margens da Lagoa Rodrigo de Freitas. É lá que irão ocorrer as competições olímpicas de remo. No dia da sua abertura, em 1° de agosto, era possível escutar português, inglês e até o dialeto suíço-alemão. Milhares de curiosos estiveram no local para matar a curiosidade e conhecer um pouco da Suíça.

Para o embaixador Nicolas Bideau, diretor da Presença Suíça, a inauguração foi um sucesso. Porém é só o começo. "Em sete semanas espero 450 mil visitantes na House of Switzerland."

Realidade virtual e pista de gelo

O investimento no projeto foi grande, assim como a oferta de atrações. Com óculos de realidade virtual os visitantes podem fazer uma viagem com o trem à cremalheira e subir até o Jungfraujoch, também denominado o "Topo da Europa". Também é possível tirar uma foto em uma pista de corrida. Além disso, um dos estandes mostra como é possível plantar legumes em espaços urbanos.

A grande atração da House of Switzerland é, seguramente, a pista de gelo. Ela não é feita de água, mas sim de placas de plástico que permitem o deslizar dos patins.

A Suíça faz um grande esforço de promoção, pois existe uma necessidade. "Antes da Copa do Mundo fizemos uma pesquisa de opinião para saber como as pessoas viam a Suíça. Assim descobrimos que quase ninguém a conhece."

Relação com dinheiro sujo

Com 200 milhões de habitantes, o Brasil é um mercado interessante. Porém várias camadas da população não têm acessso à imprensa. Isso explicaria o desconhecimento em relação à Suíça. Porém brasileiros mais informados associam muitas vezes a Suíça às questões ligadas à corrupção. Afinal, muitos políticos têm ou já tiveram contas não declaradas em bancos suíços.

Ricardo Resende, um dos visitantes que estava na inauguração da House of Switzerland, não pensou muito. "A Suíça é conhecida pelos seus bancos, onde muitos têm seu dinheiro, inclusive corruptos da política brasileira."

Assim é compreensível que a Suíça tente melhorar sua imagem. Ao invés de tratar de temas como dinheiro sujo ou corrupção, a Suíça apresenta outras facetas do país, dentre elas sua tecnologia e pesquisa.  

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.


Adaptação: Alexander Thoele, swissinfo.ch Radio SRF

Direitos Autorais

Todos os direitos reservados. O conteúdo do site da swissinfo.ch é protegido por direitos autorais. Ele é destinado apenas para uso privado. Qualquer outro uso do conteúdo do site além do uso acima estipulado, especialmente no que diz respeito à distribuição, modificação, transmissão, armazenagem e cópia, requer a autorização prévia por escrito da swissinfo.ch. Caso você esteja interessado em algum desses tipos de uso do conteúdo do site, entre em contato conosco através do endereço contact@swissinfo.ch.

No que diz respeito ao uso para fins privados, só é permitido o uso de hyperlink para um conteúdo específico e para colocá-lo no seu próprio site ou em um site de terceiros. O conteúdo do site da swissinfo.ch só poderá ser incorporado em um ambiente livre de publicidade sem quaisquer modificações. Especificamente aplicável a todos os softwares, pastas, dados e seus respectivos conteúdos disponibilizados para download no site da swissinfo.ch, uma licença básica, não exclusiva e não transferível é concedida de forma restrita a um único download e gravação de tais dados em dispositivos privados. Todos os outros direitos permanecem sendo de propriedade da swissinfo.ch. Em especial, proíbe-se qualquer venda ou uso comercial desses dados.

×