Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Suíço-brasileiro tenta volta ao mundo de planador

Motoplanador "Ximango" de Gérard Moss (foto: Jim McCann, revista AirTime, Brasil

(Motoplanador "Ximango" de Gérard Moss (foto: Jim McCann, revista AirTime, Brasil)

O suíço naturalizado brasileiro Gérald Moss pode ser o primeiro homem a dar a volta ao mundo num motoplanador. Ele saiu sózinho do Rio de Janeiro quarta-feira, 20.6, e a viagem está planejada para 100 dias.

Gérard Moss não está apenas buscando um recorde mas também contribuir para a pesquisa científica. Seu pequeno motoplanador está equipado para enviar por satélite dados sobre a camada de ozônio. Esses dados serão enviados às Universidades do Rio de Janeiro e de Cambridge, nos Estados Unidos.

O vôo solo está sendo feito pelo oeste, subindo pelas Américas, estreito de Bering, Sibéria Oriental até a Ásia, depois Europa e retorno ao Brasil. A parte mais longa da viagem será a travessia do Atlântico, de volta ao Brasil, com 12 horas, de Cabo Verde até Fernando de Noronha.

"Uma das maiores dificuldades será obter combustível no Alaska e na Sibéria", afirmou o piloto, ainda no Brasil. Sua esposa, Margi Moss, cuida da organização e dos pedidos de pouso.

Juntos, eles já fizeram uma viagem semelhante entre 1989 e 1992. Gérard Moss é engenheiro mecânico e piloto privado com mais de 25 mil horas de vôo em motoplanador.

swissinfo com agências


Links

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.