Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Jovens cientistas


Estudante faz mente controlar matéria




 Outra língua: 1  Línguas: 1
Incorporar

Luca, aos 18 anos, teve uma inspiração. Usando um robô desenvolvido por seu pai, Francesco Mondada, o estudante vai competir com os melhores jovens cientistas da Europa com um experimento para controlar robôs com a mente. (Carlo Pisani, swissinfo.ch)

Luca Mondada estava à procura de uma ideia que combinasse suas diferentes áreas de interesse: uma compreensão excepcional da matemática, suas habilidades de programação e uma propensão para a biologia, em particular a neurociência.

Mondada ganhou um prêmio especial no concurso suíço para jovens cientistas deste ano com seu experimento em robótica de enxame, a coordenação de sistemas com vários robôs e como eles podem ser controlados por ondas cerebrais.

Ele vai representar a Suíça com seu projeto no Concurso Europeu para Jovens Cientistas (EUCYS 2015), que acontecerá em Milão entre os dias 17 e 22 de setembro.

O adolescente pôde contar com o apoio de seu pai, Francesco Mondada, professor adjunto da Escola Politécnica Federal de Lausanne (EPFL), responsável pelo grupo de pesquisa “Miniature Mobile Robots Group”. Francesco Mondada emprestou para o filho seu robô e sua mente - ele foi a primeira pessoa testada a usar uma touca eletroencefalográfica (EEG) para tentar controlar os robôs.

A eletroencefalografia é uma das várias técnicas utilizadas para registrar a atividade elétrica do cérebro.