Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

SWISS PRESS PHOTO AWARD 2019 O melhor do fotojornalismo suíço

Grossbrand

O júri da Fundação Reinhardt von GraffenriedLink externo anunciou hoje os melhores fotógrafos de imprensa do ano de 2018.

Na categoria de Atualidade, Stefan Bohrer venceu com sua foto de um grande incêndio no porto fluvial de Basiléia (acima). "A imagem também é uma citação visual de um clássico do fotojornalismo", diz o membro do júri Koni NordmannLink externo. Ele faz uma comparação com o fotógrafo da Magnum, Thomas Hoepker, que fotografou um grupo de jovens no BrooklynLink externo conversando enquanto as Torres Gêmeas queimavam ao fundo.

A categoria Swiss Stories (histórias suíças) ficou com Nicolas Brodard. Ele acompanhou o presidente Alain Berset durante meses sem fotografá-lo: "O ministro não aparece em nenhuma foto, mas cada uma delas mostra sua visão das coisas", diz o jovem fotógrafo. swissinfo.ch publicou esse trabalho em uma galeria de fotos.

Eine Frau guckt durch die Scheib e
(Swiss Press Photo, Nicolas Brodard)
Ministro Alain Berset assinando uma carta
(Swiss Press Photo, Nicolas Brodard)
homem subindo escada
(Swiss Press Photo, Nicolas Brodard)

Com quatro São Nicolaus entrando em um centro de detenção para visitar os prisioneiros, Christian Merz ganho o primeiro prêmio na categoria Cotidiano.

Vier Samichläuse betreten ein Haus
(Swiss Press Photo, Christian Merz)

Anthoney Anex fez o melhor retrato: Pipilotti Rist posando com a língua de fora na beira de uma piscina. Com sua instalação em uma piscina coberta em Berna, a artista chama a atenção para a morte de corais em todo o mundo.

Eine Schwimmerin streckt die Zunge raus
(Swiss Press Photo, Anthony Anex)

Granit Xhaka também saiu mostrando a língua: na Copa do Mundo da Rússia, o jogador suíço de origem kosovar desencadeou uma grande polêmica por causa de seu gesto de comemoração, simbolizando a águia de duas cabeças do Kosovo, na partida contra a Sérvia - contra quem os albaneses do Kosovo têm uma longa história de conflitos. O fotógrafo Laurent Gillieron assim emplacou a melhor imagem esportiva.

Sportler streckt die Zunge raus
(Swiss Press Photo, Laurent Gillieron)

Na categoria Estrangeiro, impressionou o trabalho de Michael Zumstein. Ele visitou um centro de reabilitação no Níger para desertores do grupo terrorista islâmico Boko Haram.

Personen draussen
(Swiss Press Photo, Michael Zumstein)
Lager in der Wüste
(Swiss Press Photo, Michael Zumstein)
Eine junge Frau auf einem Stuhl
(Swiss Press Photo, Michael Zumstein)

Um dos seis vencedores da categoria receberá o prêmio principal na cerimônia de premiação em 24 de abril Link externode 2019, em Berna: Fotógrafo do Ano de 2018.


swissinfo.ch/ets

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.