Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

O sistema suíço de ferrovias, linhas interestaduais e internacionais de ônibus e transporte local é considerado um dos melhores do mundo. Visitantes estrangeiros e residentes logo se acostumam a utilizar os transportes públicos. É muito possível viver sem um carro em uma cidade, ao contrário de muitos outros países.

(myswitzerland.com)

Trens

A Companhia Suíça de Trens (SBB, na sigla em alemão) administram extensa rede de ligações ferroviárias e coordenam o sistema rodoviário de ônibus que serve, praticamente, quase todos os recantos do país.

HoráriosLink externo estão à disposição online bem como através da aplicação iPhone que permite, igualmente, a compra de passagens através do cartão de crédito.

A maioria das pessoas que frequentemente utiliza o sistema ferroviário prefere comprar um vale transporte que reduz à metade o preço das passagens, válidas para a maior parte dos trens, ônibus e barcos, além de alguns teleféricos e trens especiais. Aqueles que viajam por trem, ônibus ou barcos praticamente todos os dias optam pelo cartão de viagem General Abonnement  (GA, na sigla em alemão, o passe geral) que inclui muitos ônibus e bondes municipais.

Circular na Suíça

(SRF/Julie Hunt, swissinfo.ch) 

A rede ferroviária suíça oferece numerosos outros serviçosLink externo como entrega de bagagem desacompanhada e pacotes além de passagens especiais e entradas para atrações turísticasLink externo em toda a Suíça.

Crianças menores de seis anos viajam gratuitamente. A partir dessa idade, com o “passe família” poderão também viajar gratuitamente, desde que acompanhadas por um dos pais. Todos os passageiros podem viajar de trem com suas bicicletas e cachorros, mediante pagamento de uma taxa.

Viajando com deficiências físicas

Suíça Turismo, o órgão oficial de turismo do país, oferece informações em portuguêLink externos sobre o tema.

Instalações e infra-estrutura para pessoas com deficiência têm melhorado bastante na Suíça nos últimos anos. Informações detalhadas sobre as etapas de operadores de transportes públicos tomaram podem ser encontrados no site da Companhia Suíça de TrensLink externo (SBB).

Pessoas com deficiência que vivem na Suíça têm direito a um desconto sobre o passe geral (GA), dependendo da gravidade e natureza da deficiência. Você pode encontrar mais informações sobre no site especial da SBBLink externo.

Passeios de trem

O suíço médio faz 59 viagens de trem por ano. Na verdade, os suíços usam o transporte ferroviário com mais frequência do que qualquer outra nação do mundo, exceto os japoneses. Para obter estatísticas oficiais sobre transportes e mobilidade na Suíça, visite a páginaLink externo do Departamento Federal de Estatísticas.

A densa rede ferroviária é operada pela SBB e por ferrovias de bitola estreitaLink externo independentes que fornecem serviços regionais e locais.

Os grandes viadutos ferroviários e túneis da linha Albula/Bernina nos Grisões tornaram-se uma atração turística em si mesmo e foram consideradas patrimônio da Unesco em 2008. A estação ferroviária mais alta da Europa está localizada no JungfraujochLink externo, montanha nos Alpes bernenses, a uma altitude de 3.454 metros.

Estrada e trilhos

A Suíça e os Alpes em geral estão no eixo de transporte norte-sul da Europa. O tráfego rodoviário que passa pelos Alpes é intenso. Para aliviar o congestionamento e reduzir o impacto ambiental, o governo suíço adotou uma política de retirar o tráfego de mercadorias das estradas e colocá-lo sobre trilhos.

O projeto leva cargas de caminhões da cidade de Freiburg, no sul da Alemanha, até Novara, no norte da Itália, atravessando toda a Suíça. O túnel de LötschbergLink externo, nos Alpes bernenses até o cantão do Valais, no sul da Suíça, foi aberto em 2007. Uma grande quantidade de trens de passageiros e carga utilizam essas vias e já há planos de ampliar para dois trilhos.

O túnel de base de Gotardo soma 57 quilômetros. Ele foi aberto oficialmente em junho de 2016 e é hoje o túnel mais longo no mundo. Por ele trafegam trens de alta velocidade com carga e passageiros entre Zurique e Milão.

Linha de ônibus dos Correios Suíços

Antes do advento das ferrovias, as diligências transportavam cartas e passageiros através dos Alpes. Ainda hoje os Correios Suíços operam um serviço de ônibus de longa distânciaLink externo que cobre rotas através das montanhas e para localidades não servidas pela ferrovia.

Os ônibus e trens formam uma rede incomparável que cobre toda a Suíça. Os horários dos ônibus são cuidadosamente coordenados com os dos trens. As principais cidades são servidas tanto por bondes como ônibus. Navios e barcos fazem o transporte turístico e urbano nos locais próximos aos lagos e rios.

Aeroportos

O principal aeroporto da Suíça é o de KlotenLink externo, nas proximidades de Zurique. Ele é a base da SwissLink externo, a companhia aérea que sucedeu a legendária Swissair e hoje é uma subsidiária da Lufthansa (Alemanha). Há outros aeroportos internacionais: Genebra (CointrinLink externo) e Basileia (EuroairportLink externo), ambos localizados parcialmente em território francês. Berna e Lugano também dispõem de aeroportos regionais.

swissinfo.ch

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×

Destaque