Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Turismo Tempos difíceis para a hotelaria suíça

Os indicadores estão no vermelho para a hotelaria suíça. De acordo com dados da Secretaria Federal de Estatísticas, o setor registrou 16,8 milhões de diárias no primeiro semestre de 2016, 199.000 a menos (- 1,2%) do que no primeiro semestre de 2015. O aumento do turismo interno não conseguiu compensar a queda no número de turistas estrangeiros.

(swissinfo.ch)

Os dados da Secretaria Federal de Estatísticas mostram que os turistas estrangeiros registraram 9,1 milhões de diárias no primeiro semestre, 234.000 a menos (- 2,5%) do que no mesmo período de 2015. De acordo com especialistas, "o tempo encoberto e chuvoso pode ser um fator que explica esse declínio".

A evolução depende de acordo com a origem dos turistas. Por exemplo, os Estados Unidos têm o maior aumento absoluto, com 44.000 diárias adicionais (+ 5,6%).

Mas o problema para a indústria do turismo é a baixa significativa dos turistas estrangeiros que tradicionalmente ficam em grande número nos estabelecimentos suíços. Só a Alemanha registrou uma queda de 136.000 diárias (-6,49%). A baixa também é significativa para os turistas dos países do BRIC. Os chineses (sem Hong Kong) mostram um recuo de 80.000 diárias (-14,3%) e os brasileiros uma queda de 18,4%.

(swissinfo.ch)

Esta diminuição do número de hóspedes estrangeiros foi parcialmente compensada por um aumento da clientela suíça. A demanda doméstica registrou 7,7 milhões de diárias no primeiro semestre de 2016, um aumento de 36.000 (+ 0,5%) em comparação com o mesmo período em 2015.

Os números mostram que os suíços foram menos para as regiões onde o terrorismo ameaça a indústria do turismo, como a Tunísia, preferindo destinos europeus, principalmente na Península Ibérica.

(swissinfo.ch)


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.