Conteúdo externo

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

FREETOWN (Reuters) - Equipes de resgate encontraram 499 corpos vítimas do deslizamento de terra que ocorreu na semana passada perto de Freetown, capital de Serra Leoa, informou neste domingo o chefe de polícia local à Reuters.

Um dos maiores desastres na África relacionados a inundações aconteceu na segunda-feira, quando fortes chuvas levaram abaixo parte do Monte Sugar Loaf, soterrando partes da cidade de Regent e mobilizando equipes de socorro em um dos países mais pobres do mundo.

Nessa semana, as autoridades enterraram 461 corpos em túmulos rapidamente escavados em um cemitério próximo a Waterloo, perto de onde aconteceu o enterro em massa das vítimas do Ebola, cuja crise matou 4.000 pessoas na antiga colônia britânica entre 2014 e 2016.

Mais de 38 corpos foram encontrados neste domingo, segundo o chefe de polícia, Seneh Dumbuya, elevando o número oficial de mortes para 499.

De acordo com a Cruz Vermelha, mais de 600 pessoas ainda estão desaparecidas.

As buscas seguiram neste domingo de forma cada vez mais desesperada, já que a probabilidade de encontrar sobreviventes é quase nula.

As autoridades agora se concentram no resgate dos corpos para evitar que os fluidos de cadáveres doentes contaminem o abastecimento de água e disseminem doenças. 

(Por Christo Johnson)

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

Reuters