Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Valores familiares A juventude suíça, uma geração conservadora

Idílio: a imagem de família desejada por grande parte da juventude suíça

(Keystone)

A primeira geração de nativos digitais suíços já são jovens adultos - mas eles mantêm os valores das gerações passadas, especialmente no tocante à vida familiar. Muitos são a favor do modelo tradicional.

A maioria declara que gostaria de se casar, e três quartos desta geração deseja ter filhos, de acordo com a pesquisa da juventude ch-x, que foi publicada na sexta-feira.

Uma grande maioria dos que desejam constituir família diz acreditar que o homem deveria ser o provedor e as mulheres deveriam cuidar das crianças. O modelo de família mais popular - para 42% das mulheres e 44% dos homens entrevistados - é onde o homem trabalha em tempo integral e as mulheres a tempo parcial. Um quarto dos homens e das mulheres acha que as mulheres simplesmente não deveriam trabalhar.

Outra parcela dos entrevistados, 24% das mulheres e 19% dos homens, consideram que ambos os parceiros devem trabalhar a tempo parcial, mas apenas uma minoria disse ser a favor da mulher trabalhar mais do que o homem ou que ambos os parceiros trabalhem em tempo integral.

Para as outras gerações, amigos, família, passatempos e trabalho eram mais importantes do que a política ou a religião. Isso permaneceu constante nos últimos 30 anos, observaram os autores do estudo.

Tão importantes são também a independência e a realização pessoal, assim um status social mais elevado por meio do sucesso no trabalho.

Mídias sociais

Uma mudança foi observada nas atividades de lazer. Esportes, sair na balada, e passar tempo junto com amigos ainda são passatempos populares. Mas a novidade é a dominância das redes sociais e da internet, que são usadas diariamente. Mas os jovens ainda gostam de televisão e de rádio: três quartos dos jovens disseram que ouvem o rádio pelo menos uma vez por dia, e dois terços disseram que assistem pelo menos uma hora de televisão por dia.

"Em geral, os jovens se vêem confrontados com a tensão provocada pelo desejo de auto-realização pessoal, muito influenciados pelas novas mídias em suas diversas formas e múltiplas possibilidades, e a ideia de seguir estruturas tradicionais que têm uma orientação bastante coletivista. Essa geração, portanto, enfrenta o desafio de conciliar seus muitos desejos e obrigações incomensuráveis", concluíram os autores.

Os resultados fazem parte de uma pesquisa encomendada pelo governo com jovens de todo o país: 50.000 recrutas do exército e outros 1.800 indivíduos participaram da pesquisa realizada nos anos de 2012 e 2013. O "nativo digital" é uma pessoa nascida e criada na era da tecnologia digital.

swissinfo.ch/ets

Neuer Inhalt

Horizontal Line


subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

×