Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Viagens Grande número de turistas causa problemas à Lucerna

Aproximadamente nove milhões de turistas visitam anualmente Lucerna, um número que equivale ao de Veneza e também na grandeza dos problemas causados.

Uma reportagem publicada no jornal suíço NZZ mostra que 9,4 milhões de turistas visitam por ano Lucerna, uma cidade localizada em uma região de montanhas e que conta com apenas 81 mil habitantes. Veneza, com 260 mil habitantes, recebe por ano 25 milhões de turistas. Os problemas causados pelo turismo em massa são semelhantes para as duas cidades.

A RTS, canal francófono da televisão pública suíça, realizou uma pesquisa semelhante e também descobriu que Lucerna teria uma carga maior de turistas do que Roma, Barcelona, Paris e Veneza. O Vaticano, cidade-Estado que abriga a sede da Igreja Católica, teria uma população de apenas 842 habitantes e não foi incluída na pesquisa. Apenas ela atrai cinco milhões de turistas por ano.

Turismo de massa

O pesquisador Jürg StettlerLink externo, da Universidade de Lucerna, prevê que a cidade irá receber até 2030 entre 12 a 14 milhões de turistas por ano. Paris já tem hoje 15 milhões por ano.

Comerciantes locais como Robert Casagrande, cuja loja vende canivetes suíços e relógios-cuco, e diversas grandes marcas de relógio e joias como Bucherer, Gübelin e Embassy são os principais beneficiários do turismo em Lucerna. Uma grande parte delas está concentrada ao redor da praça Schwanenplatz, no centro. Um estudo afirmaLink externo que elas movimentariam 224 milhões de francos (US$ 231 milhões) em vendas e respondem a mil empregos ligados diretamente ao movimento turístico.

Problemas de transporte

Porém o turismo de massa também é responsável por alguns problemas em Lucerna, dentre eles congestionamentos. Eles são provocados pelos inúmeros ônibus turísticos que atravessam o centro da cidade. Por isso o governo local iniciou estudos para encontrar uma solução para o problema da falta de vagas nos estacionamentos. Uma das ideais propostas é criar grandes estacionamentos fora da cidade e levar os turistas ao centro com o transporte público. Alguns partidos políticos chegam a propor um aumento drástico para o estacionamento nas regiões centrais de Lucerna.

Além das atrações turísticas de Lucerna, a região também é conhecida pela montanha Rigi. Karl Bucher, chefe da Companhia Ferroviária local, planeja expandir seus serviços para permitir mais turistas de chegarem ao topo da montanha. Porém residentes locais como René Stettler se opõem: ele iniciou uma coleta de assinaturas para levar um abaixo-assinado para impedir os planos da empresa, alegando que eles irão arruinar a paisagem na região.  

(SRF/swissinfo.ch)

Neuer Inhalt

Horizontal Line


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.