Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Visto de Residência Estrangeiros ricos podem comprar permanência na Suíça

Obter uma autorização de residência suíça não é um processo fácil e apresenta regras rígidas. É o caso, principalmente, dos nacionais de países terceiros (não UE/EFTA). Mas o dinheiro pode ajudar imensamente.



Obter uma autorização para trabalhar na Suíça, como este visto de residência B, depende de muitos fatores, incluindo de onde você é, sua formação e cotas, mas ter dinheiro também ajuda.

Obter uma autorização para trabalhar na Suíça, como este visto de residência B, depende de muitos fatores, incluindo de onde você é, sua formação e cotas, mas ter dinheiro também ajuda.

(Keystone)

De acordo com um relatório publicado pelo jornal Aargauer Zeitung, nos últimos oito anos, 523 estrangeiros considerados "importantes para os interesses públicos" aproveitaram uma mudança na lei e obtiveram um visto de residência suíço. A distribuição por nacionalidade é a seguinte:

q

O seguinte conteúdo vem de parceiros externos. Nós não podemos garantir que esse conteúdo seja exibido sem barreiras.

Para preparar um pedido de residência e negociar com as autoridades, os interessados procuram a ajuda de consultores e advogados especializados em deslocalização, que podem custar mais de 50 mil francos suíços.

A obtenção de uma autorização para viver e trabalhar na Suíça depende de muitos fatores, incluindo de onde você é, sua formação e cotas. Os cidadãos da União Europeia e da Associação Europeia de Livre Comércio (EFTA) beneficiam geralmente da livre circulação de pessoas, enquanto os nacionais de países terceiros são sujeitos a requisitos mais rigorosos e cotas anuais.

Na maioria dos casos, os cidadãos que não pertencem à UE / EFTA precisam de emprego, mas ter dinheiro é uma ajuda enorme. Os aposentados ricos com laços preexistentes com a Suíça, ou pessoas financeiramente independentes com empresas, que pagam um imposto anual considerável e podem pagar honorários de advogados, podem ganhar vantagem.

Os estrangeiros ricos também podem negociar os chamados acordos de imposto de renda fixa em certos cantões. Nesses casos, é calculada uma soma equivalente a sete vezes o valor do aluguel da propriedade do contribuinte, desde que a pessoa receba sua renda do exterior.

Alguns nacionais de países terceiros ricos que desejam mudar de país foram ajudados por uma mudança na Lei Federal de Estrangeiros em 2008. A lei foi alterada para dar aos cantões mais liberdade e margem de manobra ao decidir quem recebe uma autorização de residência.

O artigo 30, alínea b, da lei federal estabelece que, nos casos de "interesse público importante", os cantões podem conceder aos novos requerentes de países não membros da UE/EFTA derrogações aos requisitos de admissão estritos para obter um visto de residência B.

A cláusula "interesses públicos importantes" é um termo jurídico elástico. Refere-se a questões fiscais, mas também a questões culturais (artistas), políticas ou jurídicas. Em 2014, a Secretaria Federal de Migração disse ao jornal NZZ que os critérios geralmente significavam altos contribuintes.


swissinfo.ch

Banner da página Facebook da swissinfo.ch em português


Adaptação: Fernando Hirschy, swissinfo.ch

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.

×