Direto para o contenido
Your browser is out of date. It has known security flaws and may not display all features of this websites. Learn how to update your browser[Fechar]

Votações de 5 de junho


Pesquisa condena renda básica ao fracasso




A proposta da introdução de uma renda básica incondicional na Suíça parece não ser bem aceita pelo público. Uma pesquisa de opinião sobre os temas que serão votados no dia 5 de junho revela as tendências do voto dos suíços.

Dinheiro fácil para todos? Os suíços parecem desconfiar da iniciativa popular que quer criar uma renda básica incondicional (Ex-press)

Dinheiro fácil para todos? Os suíços parecem desconfiar da iniciativa popular que quer criar uma renda básica incondicional

(Ex-press)

A pesquisa, encomendada pela Sociedade Suíça de Radiodifusão e Televisão – grupo do qual faz parte swissinfo.ch - e publicada na sexta-feira (29), constatou que a iniciativa pela renda básica fica 48 pontos percentuais atrás. Os iniciantes têm o apoio de apenas 24% dos entrevistados, enquanto 72% são contra e 4% ainda indecisos.

"É provável que a maioria dos adversários cresça, como é a regra para as iniciativas populares", diz a cientista política Martina Mousson, do instituto de pesquisas e sondagens GfS Bern.

Ela diz que o plano utópico pode não ganhar 30% dos votos - um número dentro do alcance das propostas da esquerda, mesmo sem apoio de outros grupos políticos.

A principal fraqueza da iniciativa são os argumentos de seus defensores, que afirmam que uma renda básica garantida não custaria mais do que o sistema atual e que aumentaria o trabalho voluntário.

"Apesar de uma campanha mais interessante, os promotores não têm chance com suas ideias, mesmo sendo a primeira votação nacional sobre a questão", diz Claude Longchamp, diretor do instituto GfS Bern.

Exceto para os Verdes e uma pequena minoria de socialdemocratas de esquerda, todos os outros partidos políticos têm recomendado os eleitores a rejeitar a iniciativa.

"É um veredito duro. Os promotores têm feito grandes esforços, mas sem sucesso", acrescenta Mousson.

A campanha incluiu uma série de golpes de publicidade, entre eles a distribuição de notas de 10 francos, fazendo as manchetes na mídia nacional e internacional desde que os promotores entregaram as assinaturas necessárias para lançar a votação em todo o país, em outubro de 2013.

A proposta de uma renda básica incondicional é uma das cinco questões que serão votadas. Para mais detalhes veja o gráfico abaixo. No entanto, a questão do diagnóstico genético pré-implantação não foi interrogada.

 (swissinfo.ch)
(swissinfo.ch)


Adaptação: Fernando Hirschy, swissinfo.ch

Direitos Autorais

Todos os direitos reservados. O conteúdo do site da swissinfo.ch é protegido por direitos autorais. Ele é destinado apenas para uso privado. Qualquer outro uso do conteúdo do site além do uso acima estipulado, especialmente no que diz respeito à distribuição, modificação, transmissão, armazenagem e cópia, requer a autorização prévia por escrito da swissinfo.ch. Caso você esteja interessado em algum desses tipos de uso do conteúdo do site, entre em contato conosco através do endereço contact@swissinfo.ch.

No que diz respeito ao uso para fins privados, só é permitido o uso de hyperlink para um conteúdo específico e para colocá-lo no seu próprio site ou em um site de terceiros. O conteúdo do site da swissinfo.ch só poderá ser incorporado em um ambiente livre de publicidade sem quaisquer modificações. Especificamente aplicável a todos os softwares, pastas, dados e seus respectivos conteúdos disponibilizados para download no site da swissinfo.ch, uma licença básica, não exclusiva e não transferível é concedida de forma restrita a um único download e gravação de tais dados em dispositivos privados. Todos os outros direitos permanecem sendo de propriedade da swissinfo.ch. Em especial, proíbe-se qualquer venda ou uso comercial desses dados.

×