Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

WEF 2016 Quem são as personalidades de Davos?

Começou na quarta-feira a edição de 2016 do Fórum Econômico Mundial de Davos, que terminará no sábado, 23 de janeiro. O tema deste ano é a "Quarta revolução industrial", os riscos e perspectivas, como explica o jornalista da swissinfo.ch, Matthew Allen, presente no local. 

Uma das personalidades presentes em Davo é o ator americano Leonardo DiCaprio, premiado há pouco com o Globo de Ouro de melhor ator em filme dramático por O Regresso. 

(Keystone)

São esperados 2.500 visitantes, dos quais 1.500 representam a nata do empresariado internacional, 300 personalidades públicas e 40 chefes de Estado e governo. Destes, quais são os que estão sempre nas manchetes da mídia? A imprensa helvética destaca algumas dessas personalidades, cuja presença traz o brilho e a relevância do encontro.

Segundo o jornal zuriquense NZZ, mais de 700 diretores executivos estarão em Davos, dentre os 2.795 participantes oficiais, o que corresponde a um quarto deles. Serão nomes como Susan Wojcicki (Youtube), Mark Parker (Nike), Hugh Grant (Monsanto), James Gorman (Morgan Stanley) ou Robert Greifeld (Nasdaq).

Fórum Econômico Mundial Davos discute futuro da indústria 4.0

Robôs inteligentes e drones, impressoras 3D, carros autônomos, big data, linhas de produção inteligentes, tecnologia financeira, cadeia de blocos:

O Blick destaca a presença do vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Ele é acompanhado por diversos membros do governo americano como o ministro da Defesa, Ashton Carter, e o secretário de Estado, John Kerry. O primeiro-ministro britânico David Cameron também participa, assim como novo primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau. Os políticos discutirão temas atuais como a crise dos refugiados ou econômica dentre outros, com primeiro-ministro grego, Alex Tsipras. Vinte prêmios Nobel também irão acrescentar seus argumentos aos debates.

O conflito no Oriente Médio estará presente nas conversações, muitas das quais longes do olhar do público. Delas participarão o primeiro-ministro turco Ahmet Davutoglu, seu homólogo iraquiano, Haïdar Al Abadi, e o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu, dentre outros.

Da Suíça, os chefes dos dois maiores bancos, Sergio Ermotti (UBS) e Tidjane Thiam (Credit Suisse), assim como o ex-presidente do Banco Nacional Suíço Philipp Hildebrand, estarão em Davos, assim como seis dos sete conselheiros federais, membros do Executivo que governa a Suíça. Eles serão liderados pelo presidente da Confederação Suíça Johann Schneider-Ammann, ao mesmo tempo ministro da Economia.

O Brasil participa com a delegação chefiada pelo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa. O presidente argentino, Maurício Macri desembarca em Davos para tentar recolocar a Argentina no radar dos investidores.

Como todos os anos, o WEF também convida estrelas de cinema e show business como os atores Kevin Spacey (EUA). Seus colegas Yao Chen (China) e o Leonardo DiCaprio (EUA) recebem inclusive o Crystal Award. O piloto da F1, Sebastian Vettel, e o roqueiro irlandês Bono (U2) também são outras das personalidades presentes.

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.