Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Werner Bischof Da torre de marfim para o mundo

O fotógrafo suíço Werner Bischof completaria 100 anos em 26 de abril. Um novo livro e duas exposições lembram sua obra e uma carreira interrompida por um acidente de carro durante uma reportagem no Peru, em 1954.

O legado de Bischoff se destaca pela sua gama. Além das fotografias, há diários, esboços, palestras e uma volumosa correspondência com seus pais, sua esposa Rosellina, seus amigos e, claro, seus ex-colegas da Magnum Photos.

No início de sua carreira, durante a Segunda Guerra Mundial, Bischof trabalhou em um estúdio - sua torre de marfim, como ele mais tarde chamaria - até que Arnold Kübler, um mentor, sugeriu que ele virasse o olhar para as pessoas. Bischof passou a explorar uma Europa devastada pela guerra.

O livro de fotografias “Perspectives”, publicado recentemente, começa com uma viagem que levou Bischof para o sul da Alemanha, onde o então fotógrafo de 29 anos ficou impressionado com o que viu.

Em suas viagens posteriores, Bischof sempre se esforçou em manter sua integridade e compaixão para mostrar também o "outro lado" das zonas de conflito. Isso lhe permitiu encontrar com o tempo uma perspectiva única.

(Todas as fotos: Copyright Werner Bischof/Magnum Photos or Werner Bischof Estate)

Palavras-chave

Neuer Inhalt

Horizontal Line


Teaser Instagram

Siga-nos no Instagram

Siga-nos no Instagram

subscription form

formulário para solicitar a newsletter

Assine a newsletter da swissinfo.ch e receba diretamente os nossos melhores artigos.