Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Zurique e Genebra estão no topo em qualidade de vida

Segurança, bons salários e cultura: Zurique é um bom lugar para viver.

(Keystone)

Zurique é uma das cidades com a melhor qualidade de vida no mundo. Segundo a empresa americana Mercer HRC, especializada na área de recursos humanos, Genebra vem logo depois, seguida de Vancouver e Viena.

Na pesquisa realizada em 215 cidades do mundo, Zurique lidera pela sexta vez na classificação geral.

A pesquisa da qualidade de vida se baseia em 39 critérios. Eles levam em conta fatores políticos, econômicos, de meio ambiente, segurança, saúde, educação, transportes e serviços públicos.

Como a própria Mercer HRC declara, o objetivo do trabalho é "ajudar os governos e as grandes empresas na escolha dos locais de trabalho e residência dos seus funcionários".

"As empresas globais precisam levar em conta uma série de fatores para estruturar o nível salarial dos seus empregados que vão trabalhar no exterior", explica Sonja Wollkopf, chefe da agência de marketing econômico da região de Zurique, Greater Zurich Area AG.

"Estar no primeiro lugar na classificação das grandes cidades do mundo pela sexta vez é um sucesso inacreditável, que mostra também a competitividade de Zurique e das regiões limítrofes como local de vida e também para fazer negócios", acrescenta ela.

No ranking, Zurique está poucos pontos na frente de Genebra. As duas cidades suíças são seguidas por Vancouver (Canadá), Viena (Áustria), Auckland (Nova Zelândia), Düsseldorf (Alemanha), Frankfurt (Alemanha), Munique (Alemanha), Berna (Suíça) e Sydney (Austrália).

Cidades-problema

Dentre as 215 cidades pesquisadas no mundo, são as da Europa ocidental, América do Norte, Austrália e do Japão que ocupam os primeiros lugares.

Na escala mais baixa, o estudo indica várias cidades africanas como Brazzaville (República do Congo – 214o lugar), Bangui (República Central Africana - 213o lugar) ou Cartum (Sudão – 212o). Sem surpresa, Bagdá ficou no último lugar.

"Nos últimos anos, a diferença entre as melhores e a piores cidades do mundo aumentou ainda mais", declara Slagin Parakatil, pesquisador da Mercer.

"Enquanto que o nível global melhorou em algumas regiões, violentos contrastes permanecem entre as cidades onde a qualidade de vida é boa e aquelas sacudidas por agitações políticas ou econômicas".

Paris em primeiro

Paris é a primeira cidade francesa na classificação, se posicionando no 33o lugar (como em 2006), seguida por Lyon, que subiu um degrau, passando da 37a para a 36a posição.

Neste ano, empresa americana de recursos humanos também estabeleceu uma classificação separada, fundada unicamente em critérios de saúde e higiene. A cidade canadense de Calgary ficou em primeiro lugar e Bakou, no Azerbaijão, em último.

Na classificação, Zurique fica em 6a posição, Berna em 10a, assim como Genebra. Paris, por outro lado, fica na 60a posição devido aos seus problemas de poluição.

"Quase metade das 30 primeiras cidades desta classificação estão na Europa ocidental", lembra o consultor.

swissinfo e agências

Fatos

Classificação de cidades na pesquisa 2007 da empresa Mercer HRC (as 10 melhores):
Zurique: 108.1
Genebra: 108.0
Vancouver: 107.7
Viena: 107.7
Auckland: 107.3
Dusseldorf: 107.3
Frankfurt: 107.1
Munique: 106.9
Berna: 106.5
Sydney: 106.5
A pior classificada: Bagdá (14.5)

Aqui termina o infobox


Links

×