Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

Árbitros ganham 10 mil euros por jogo na Eurocopa

O árbrito suíço Massimo Busacca na última final da Copa da Uefa entre o Espanyol de Barcelona e o Sevilla

(Keystone)

Os árbitros que apitarão os jogos da Eurocopa, de 7 a 29 de junho na Suíça e na Áustria, receberão 10 mil euros por partida. Cada assistente embolsará 5 mil, o quarto árbitro, 4 mil, e o quinto, 3 mil.

Em relação ao Euro 2004 em Portugal, a Uefa aumentou em 60% a remuneração dos árbitros, que participaram de um seminário em Regensdorf, perto de Zurique.

O aumento foi dado com base na "grande responsabilidade, devido à pressão que sofrem e por causa de preparação pessoal necessária", justificou o diretor da comissão de arbitragem da Uefa, o espanhol Angel María Villar.

A Uefa selecionou 12 árbitros para as 24 partidas da fase de grupos. Eles chegarão à sua concentração em Regensdorf em 3 de junho. Os melhores serão escalados para apitar as quartas-de-final, as semifinais e a final. Um quinto árbitro (substituto dos assistentes) acompanhará os quatro membros, para entrar em ação, se necessário.

Busacca: pressão será forte

Segundo Villar, os 12 árbitros, entre eles o suíço Massimo Busacca, "foram designados por suas atuações em partidas de competições européias e por terem mostrado excelente preparo nos últimos anos".

"Eles estão em grande forma física, conforme comprovaram os testes, e prontos para realizar um grande torneio. Podem ser considerados a décima sétima seleção da Eurocopa", disse Villar, que é presidente da Federação Espanhola de Futebol.

Massimo Busacca disse à swissinfo que "é uma honra poder apitar esse grande torneio na Suíça. Eu sei que haverá muita pressão sobre mim, mas tenho a experiência de ter atuado na Copa na Alemanha, e posso usá-la para estar totalmente preparado em junho".

Novas instruções



Os árbitros receberam instruções da Uefa para punir com rigor as entradas duras e os protestos de jogadores. Quem der entradas violentas ou usar os braços e os cotovelos contra o adversário receberá cartão vermelho.

A Uefa espera que os jogadores respeitem as decisões dos árbitros, que "podem aceitar uma expressão espontânea de frustração por parte dos atletas, mas os sancionarão com firmeza se xingarem ou agredirem os árbitros".

As instruções abrangem também o empurra-empurra comum em situações de cobrança de falta ou escanteio. Qualquer tentativa de enganar o árbitro, como tentar cavar um pênalti, será punida com cartão amarelo.

Também as discussões e os tumultos entre jogadores serão punidos. "Todo jogador implicado numa confrontação maciça deve ter claro que os principais instigadores, incluídos os que correm para participar da disputa, serão sancionados com cartão amarelo", disse Villar.

swissinfo com agências

Os 12 árbitros da Eurocopa

Manuel Enrique Mejuto González (Espanha)

Massimo Busacca (Suíça)

Konrad Plautz (Áustria)

Frank de Bleeckere (Bélgica)

Howard Webb (Inglaterra)

Herbert Fandel (Alemanha)

Kyros Vassaras (Grécia)

Roberto Rosetti (Itália)

Pieter Vink (Holanda)

Tom Henning Ovrebo (Noruega)

Lubos Michel (Eslováquia)

Peter Frojdfeldt (Suécia)

Aqui termina o infobox


Links

×