Casamento continua perdendo seu encanto na Suíça

O número de casamentos na Suíça caiu mais de 6% em 2019 e a taxa de divórcio está em ascensão entre os estrangeiros residentes no país.

Os estrangeiros na Suíça estão mais relutantes em dizer "sim" Keystone / Urs Flueeler

A tendência de diminuição do número de casamentos continua. Um total de 38.200 casais disseram “sim” em 2019, uma queda de 6,2% em comparação com o ano anterior, de acordo com os números divulgados pelo Departamento Federal de Estatística na segunda-feira (24).  

A falta de interesse pela instituição do casamento foi observada em todos os segmentos da população, mas é especialmente acentuada entre os residentes estrangeiros. A queda nos casamentos foi de 4,6% entre os suíços, mas de 13,1% entre a população estrangeira. Os casamentos mistos (suíços com não suíços) também diminuíram em 5,1%.  

Enquanto os casais do mesmo sexo não têm o direito de se casar na Suíça, menos optaram por entrar em parcerias registradas em 2019. Cerca de 650 casais do mesmo sexo oficializaram suas relações no ano passado, uma queda de 7,9% em relação a 2018.  

O número de divórcios aumentou ligeiramente em 2019, com 16.600 casamentos sendo dissolvidos (um aumento de 0,4%). O aumento foi em grande parte devido à elevada taxa de divórcios entre estrangeiros, que aumentou significativamente de 3.900 para 4.300 (10,4%). 


Este artigo foi automaticamente importado do nosso antigo site para o novo. Se há problemas com sua visualização, pedimos desculpas pelo inconveniente. Por favor, relate o problema ao seguinte endereço: community-feedback@swissinfo.ch

Partilhar este artigo