Navegação

Menu Skip link

Funcionalidade principal

10 tenistas suíços no Aberto dos Estados Unidos

A quadra central de Flushing Meadows, em Nova York

(Keystone Archive)

Nunca houve tantos suíços no US Open, que começa hoje. 5 homens e 5 mulheres vão disputar o último grande torneio da temporada. Três foram classificados nas eliminatórias e os dois melhores suíços estão em fase delicada.

George Bastl (ATP 118), Ivo Heuberger (ATP 133) e Marie-Gaïné Mikaelian (WTA 107) ganharam 3 partidas nas eliminatórias, semana passada, para disputar o torneio de Nova York, o últmo Grã Slam da temporada. Mikaelian, de orígem armênia, é tida como grande talento destinada a subir rapidamente no ranking. O US Open é o primeiro grande torneio profissional que ela disputa.

Hingis e Federer não estão bem

Michel Kratochvil, Emanuela Gagliardi e Marc Rosset também estão nos Estados Unidos e têm adversários difíceis já na primeira rodada. No entanto, as principais incógnitas são a n° 1 mundial, Martina Hingis, e e Roger Federer (ATP 13).

Martina não ganha um grande torneio desde janeiro de 99 mas vai somando pontos em torneios menores e como finalistas nos torneiros maiores. Ela é n° 1 mundial há 202 semanas mas alguns analistas acham que seu jogo está ultrapassado pela força de suas adversárias como Davenport, Capriatti e as duas irmãs Williams.

Além disso, ela esteve parada ultimamente, com um pé machucado e não se sabe como está fisicamente.

Outro que não tem jogado é Roger Federer, com problemas nos adutores. Ele mesmo tem afirmado que ficaria satisfeito, na forma atual, se passar as duas primeiras rodadas no US Open. Se conseguir, pode pegar André Agassi nas oitavas de final.

swissinfo com agências.


Links

×